terça-feira, 6 de fevereiro de 2018

Coisas pra melhorar seu dia





















Faça um chocolate quente
Assista sua série favorita
Mude o filme que sempre assiste de madrugada
Monte uma playlist nova 
Dance na frente do espelho
Tome um banho pra lavar a alma
Passe seu perfume favorito
Ria da tv
Leia um livro diferente, ou releia seu predileto
Anote suas ideias, mesmo que ache bobas
Saia com suas amigas, saia da sua zona de conforto
Vá na sua livraria favorita
Tire mais fotos sorrindo
Fique com sua família
Faça aquela receita da internet
    Ouse na cor do batom
    Saia do conforto de usar as mesmas cores
    Escreva sobre o que você sente
    Não diminuía sua dor
    Se admire no espelho com sua trilha sonora

Se permita ousar
Se permite sentir um pouco.   Saiba que amanhã você poderá tentar novamente.

    E se mesmo assim você preferir ficar na sua, quieta (o) tá tudo bem. Sua mente merece um descanso.

terça-feira, 30 de janeiro de 2018

Ansiedade










                                                                                           












Oi, Querida
Como você vai?
Você se lembra daquele dia, por qual motivo disse aquilo? Não precisava
Que desnecessário
Você fala cada merda às vezes
Posso bagunçar seu quarto?
E essas fotos aqui?
Você sente saudade de algo? Não deveria, se partiu foi por culpa sua.
Deixa eu pegar na sua mão
Sua respiração está ofegante, falei algo que não devia?
Eu sou sua amiga, está tudo bem
Pare de chorar, não grite, não trema
Sua mãe vai acordar, ouviu?
Olha a bagunça que você me fez fazer no seu quarto
A culpa é sua
Eu sou só sua amiga
Respire fundo
1,2,3
Você está me expulsando?
Não devia
Não tenha medo
Não tenha receio
Eu já disse, sou sua amiga
Eu posso mexer aqui?
Fique atenta, para de ficar viajando
Me de sua mão
Ela está gelada
Eu vou embora
Mas você sabe, eu sempre volto.

quarta-feira, 25 de outubro de 2017

23:23

     


    

















 


      
      Eu mudei os livros de lugar, cortei um pouco minha franja e até usei aquela blusa estampada que não curtia muito.
     Mudei a cor do meu quarto e troquei de mural. Tirei as coisas que me lembravam dos meses passados e só deixei coisas que me alegravam. Fui em lugares diferentes, conheci pessoas novas e até escutei Rap. Li histórias fora do meu contexto e naveguei por cores de batons diferentes. Fiz tudo fora da minha rotina, mas sempre acaba na minha zona de conforto. Sempre.
     Falta dois meses para acabar 2017, o ano que eu fiz tantos planos e promessas, que no fim, alcancei coisas diferentes. 2017 me sugou para dentro de uma forma que eu não sei escrever, talvez você se identifique com este texto um tanto quanto pessoal, ou não.
      O que estou tentando dizer com algumas palavras sem nexo é que, tá tudo bem. Tudo bem você se perder de si mesma ou se perder em tantas coisas novas e antigas que vão e vem. A vida é como o  mar, e nem todo mundo sabe navegar, e ok. Pessoas vem e vão, algumas voltam e outras você só vê de passagem, sua playlist muda conforme cada estação e aquela blusa de poá já não te cai tão bem assim.
       Mas no meio de tanta turbulência e insegurança, não permita que a rotina leve sua essência mais pequena que seja, ou que a realidade sufoque seus sonhos ao ponto deles não terem mais voz. A vida é tão mais que os problemas que temos hoje, é tão mais intensa que o rolo que temos. Você vai conhecer outros caras (garotas)  mais incríveis e que vão te tocar de formas diferentes, não se cobre tanto, não cobre algo que na altura que você esta, não tem cabimento. Apenas viva, é tão clichê falar isso, mas o nome deste blog é Escritora Clichê, e isso, felizmente ou não, ainda tem por aqui.

quinta-feira, 24 de agosto de 2017

Pra eu mesma



Oi 2014, sou eu.
Sim, meu cabelo esta curto, sei que você sempre quis cortar.
Queria que a Ana de 2014 soubesse de algumas coisas, por isso resolvi escrever este texto agora, onze horas da noite.


   Nós passamos por muitas coisas nesses anos, conquistamos coisas que você, sempre duvidou, mas aconteceu.
   Eu tirei o aparelho e meus dentes mesmo pequeninhos não me incomodam mais, sei que você não gostava, mas seu sorriso era lindo, pena que demorou pra notar. Cortei o cabelo curtinho no final de 2016, foi uma das melhores sensações, e vai ser difícil tu se desapegar dele, viu? hahah. Tu foi tão amada por tantas pessoas, pessoas entraram e te ensinaram muita coisa e depois foram levadas pelo destino, outras foram embora, e tá tudo bem por isso. Sua vida não será tão difícil quanto achava que seria na beira dos 17. O ensino médio não é um bicho de sete cabeças, e os professores não são terríveis, só em época de provas.
   Você vai ter um livro com sua foto na ultima pagina, vai ter um canal lindo cheio de comentários positivos, e uma estante cheia de livros. Vai ter várias paqueras, conhecerá muitas pessoas, sairá muito. Teu corpo não será mais algo que tiraria seu sono, você vai aceitar ele aos poucos, cada dia. Vai continuar acreditando na bondade e espalhando sua melhor versão na rotina das pessoas da sua volta.
   Se eu pudesse te dar alguns conselhos, seria algo bem simples, mas que me arrependo. Não se prive tanto das coisas, não fique com medo de usar aquela peça de roupa, mesmo que seja estranho, sorria mais, tire fotos sorrindo e mostre o quão linda tu fica com ele estampado. Não se torture com a imagem do espelho, tudo melhora. E por favor, tenha paciência com seu pai, pois ele não vai mudar.
   Eu sei que você terá orgulho do que se tornará, pois eu tenho orgulho de mim hoje.


Com amor, Anny.

sexta-feira, 21 de julho de 2017

Rotina

  


    Quando eu era criança, planejava meus dias de adolescente toda a noite, imagina as festas super animadas, meus sonhos sendo alcançados e como seria meu primeiro beijo. Planejava viver cada dia como se fosse o ultimo. Bom, eu cresci.
   A metade das expectativas que eu tive quando era menor, não foram alcançadas, na verdade, a vida me mostrou que as coisas são mais que apenas expectativas que temos antes de dormir. Hoje em dia, temos dias corridos por causa do famoso ensino médio, que consome nossos pensamentos com provas e trabalhos, nos deixa inseguro em questão de futuro e profissões. Na verdade, nós nos acostumamos com nossa rotina. Nos acostumamos a acordar tarde e ir estudar o dia todo, chegar em casa e cair no sono pesado, feliz por pelo menos por em dia aquele sono atrasado. Nos acostumamos com os ''talvez, não sei'', nos acostumamos a ter medo do certo, o que te tira da rotina. Nos acostumamos a se afastar do diferente, a duvidar do que é bom e preferir ficar na sua zona de conforto, pois parece melhor do que mergulhar em algo novo. Aceitamos amores rasos, pessoas pela metade e quando encontramos pessoas intensas, fugimos com a desculpa no medo. O medo, essa palavra que te priva de fazer metade das coisas que, na infância, você sonhava. Você, que se perdeu no meio de tantos padrões e esqueceu sua essência, que pode acreditar, é incrível. Você, que deixa de usar aquele par de sapatos pois tem receio que as pessoas achem careta demais. Você, que tem medo de se relacionar pensando no fim.
   Não se acomode, sua vida é mais que uma rotina cansativa e reclamações.

sábado, 10 de junho de 2017

Me libertei de ti

 


      Este pode ser  último texto que dedico a ti, ou só o começo. Na verdade, nosso futuro é algo incerto como sempre. Você não me da certezas, não me deixa segura e por isso me afasta mais e mais de ti. Suas palavras não me causam reboliço, suas promessas e juras não me deixam sem ar, e sua presença não me satisfaz como antes. Isso pode ser o tempo tomando conta de algo, que demorou, mas aconteceu. Ou pode simplesmente, você me curando de você mesmo. Não dei continuação ao nosso pequeno começo, e talvez isso me faça escrever mais alguns textos sobre isso, talvez seja isso que eu possa me arrepender, mas é algo tão incerto. Acho que já fiquei em cima do muro suficiente para deixar você entrar tão facilmente na minha rotina novamente. Minha história já voltou demais no seu capitulo, já deixou de começar novos recomeços pois esperava o seu ponto final, e bom, eu acho que ele chegou.
      Transformei tudo que aconteceu em sorrisos, pois é assim que eu quero lembrar do nosso pequeno começo, que felizmente, ou não, não começou.

terça-feira, 30 de maio de 2017

Amor meio bosta

 


    Não aceite migalhas alheias, não implore a presença de alguém que na verdade, esta apenas fazendo joguinhos contigo. Não somos incompletas, não estamos procurando a nossa metade, pelo contrário, somos completas ao ponto de não precisar estar com alguém para entender isso. E o fato de alguém querer um relacionamento, não é por estar incompleta, e sim por querer somar. Querer não quer dizer necessidade. Quando eu digo na maioria dos meus textos sobre o amor próprio, é algo sério. É algo do tipo, é você saber suas qualidades e defeitos, saber o quão incrível tu és, tanto nas coisas que tu faz, que tu fala e que tu transmite. Nas sensações que causa quando passa, que pra ti são insignificantes, mas não são. É saber do seu valor, e assim não se entregar para qualquer que chega com palavras bonitas, cheio de inseguranças e que te deixa no mar, e nem se preocupa em te dar uma boia, ou pedir ajuda. Não se prenda em rótulos, em algum lugar tem alguém que irá dar valor para todas suas qualidades, e que são muitas, que irá remar junto contigo, que terá reciprocidade. Essa palavrinha que é tão intensa e que possui tantas letras, tem um significado tão simples e tão complicado na prática.      
   Você merece outra laranja completa, e não pela metade. As pessoas não se tornam menos por estarem sem um par, não se tornam chatas por preferirem ficar em casa sozinhas ou sair sozinhas, sem aqueles títulos de casal. Mas também não se tornam vazias por querer estar com alguém, ou fúteis por preferir um relacionamento. Só deixe bem claro que, você busca alguém que esteja contigo por completo, e não alguém que te de migalhas. Não aceite qualquer amor, não se diminuía para se encaixar em alguém, valorize suas qualidades e deixe que as pessoas descubram o quão maravilhosa (o) você pode ser. Somos mais que um amor meio bosta!

Coisas pra melhorar seu dia

Faça um chocolate quente Assista sua série favorita Mude o filme que sempre assiste de madrugad...