quinta-feira, 23 de março de 2017

Você!

 


Você, que olha com medo para o futuro
Você, que teme o passado
Você, que por algum motivo, duvida do presente.
Você, que deixa suas expectativas de lado por motivos tolos. Que procura motivos para desistir, mesmo sabendo dos motivos para continuar.
Você, que se arrisca por todos, mas tem medo por si.
Tem medo de si mesma
Medo de se entregar,
Independe do que seja.
Do quão incrível ou quem sabe, decepcionante seja.
Tem medo dos seus sonhos, pois eles podem te fazer voar
E você, querida (o) tem medo de altura.
Observa o mundo pela janela do seu quarto, aquele espaço entre a cortina que não lhe mostra nem a metade da imensidade que você pode descobrir si
Apenas 
Se libertar dos teus medos e receios.
Liberte-se para voar
Para conhecer mares novos e quem sabe se afogar
Pedir socorro e querer mesmo assim se afogar novamente, nesse mar que se chama amor.
Se libertar do medo de ser incrível, do receio que seu corpo tem de ser você mesma e de usar aquela blusa com estampa estranha. 
Deixe suas bochechas corarem com um elogio, não é errado. 
Você, você mesma (o)!!



quinta-feira, 9 de março de 2017

Bloqueio emocional




   Quando suas expectativas alguma vez não são alcançadas, seja ela por alguém ou por algo, automaticamente isso te deixa um receio por algo, ou por qualquer coisa. Um receio que muitas vezes você não sabe explicar, mas ele esta presente. E então, você se priva de conhecer coisas novas, ter experiências e fazer coisas. Pode parecer fútil, mas é como si você criasse uma barreira invisível para algo, que na maioria das vezes só existe para você. Entretanto, esse bloqueio emocional que você cria para si mesma contra o mundo, se vira contra si. Você deixa passar pessoas, oportunidades e coisas que poderiam fazer você crescer e amadurecer tanto psicologicamente quanto como pessoa, e você se priva.
   Se envolve em um casulo e fica ali, apenas observando o mundo lá fora. O mundo que você devia estar descobrindo, quebrando a cara, afinal, tudo é um aprendizado. Todo que vir de ruim, tire as coisas boas. As vezes o que falta na nossa vida é olhar mais gentilmente para as coisas bad de cada dia.
   É um tanto quanto cruel apagar novas oportunidades por conta que outras não foram tão sucedidas quanto você esperava. Você fica presa em teus pensamentos que são tão confusos que, você tentando absorver eles e organizar, você trava mais.
 
    Diga adeus para seu passado e diga olá para seu presente. Aposto que ele guarda muitas surpresas pra você, que você só vai descobrir se encarar!!

Pra eu mesma

Oi 2014, sou eu. Sim, meu cabelo esta curto, sei que você sempre quis cortar. Queria que a Ana de 2014 soubesse de algumas coisas, por...