segunda-feira, 22 de agosto de 2016

Para você que pretende se apaixonar por uma escritora.




   Para ela o mundo tem seu próprio colorido. Ela vê beleza em coisas que as pessoas consideram a coisa mais estranha do mundo. Ela se cala quando sente medo e se cala quando fica triste por algum motivo que nem ela sabe. Quando você menos esperar lá estará ela lhe ligando as três horas da madrugada só para lhe contar algum segredo, ou algum sonho estranho. Ela se diverti com tudo, ri sozinha e ri dos seus próprio erros. Ela chora sozinha em seu quarto e tem milhares de sonhos guardados. Coleciona amores e desejos e claro, sorrisos. Ela possui um estilo que poucos conseguem admirar, mas muitos a invejam por coragem de ver o mundo, afinal, nem todos tem coragem de expressar o que sente.
  Ela é calma como um sopro, porém se revolta como as ondas do mar. Seus olhos são imensamente escuros, lá possui segredos que nem os cavalheiros mais corajosos descobriram. E claro, ela tem uma birra imensa com sua franja que por sinal nunca esta arrumada.
  Quando você menos esperar, lá está ela tirando fotos suas distraído, ela guarda todas e adora compartilhar nas redes sociais. Quando ela estiver triste, apenas compre algum lanche e coloque uma comédia romântica para ela assistir, Depois elogie seus olhos, tanto quando ela estiver usando óculos ou não. Diga como seu corpo é lindo, mesmo parecendo tão frágil que você sentirá medo de tocar. Diga que ama a forma como ela dança nas festas,pode parecer idiota mas fará ela rir. Fale o quanto a admira e lhe ache incrível por ser o que é, faça ela se sentir segura com si mesma e forte para enfrentar as maldades que ela jura não enxergar.  E por último, a inspire!
   Quem tem a sorte de se apaixonar por ela será lembrado tanto em suas poesias quanto em suas crônicas que nunca fazem sentido. Você a ganhou, dê valor. Dê valor enquanto ela escreve seu nome em seus textos, enquanto ela lhe descreve de uma forma que ninguém concorda, só ela.
   Ela será seu mundo, e você será o porto seguro dela. E eu, caro leitor(a), sou apenas uma observadora desses amores sem nexo que vejo por aí.
 

Com amor, Anny.

Pra eu mesma

Oi 2014, sou eu. Sim, meu cabelo esta curto, sei que você sempre quis cortar. Queria que a Ana de 2014 soubesse de algumas coisas, por...